Menu

Vereadores de Assis Brasil

Publicidade

segunda-feira, 26 de junho de 2017

O CLIMA ESQUENTOU NA 17ª SESSÃO DO LEGISLATIVO DE ASSIS BRASIL. CONFIRA OS DISCURSOS!


Os discursos começaram normais e do meio para o fim esquentou. Mas ao final todos se reuniram para uma foto harmônica
PAULO SALES – PP
Relatou sobre sua indicação de uma peladeira para o Pólo Bacia, dizendo que não é uma peladeira qualquer que vai dar conta da demanda porque só de sócios são cerca de 80 pessoas. Disse que conversou com o secretário de Agricultura e soube que virá para o município 10 peladeiras.
Contou que no final de semana visitou o Catianã, Icuriã e observou de perto o trabalho mal feito do governo do estado, destacando pensar que ali foram aprendizes que fizeram o trabalho. Nisto mencionou que vê o Prefeito fazendo das tripas coração, com as maquinas velhas, mas o trabalho é constante, sendo feito em feriados e dias santos.
Mudando de tema, frisou que o Governo do Estado está investindo duro nas cobranças à população para arrecadar dinheiro, como é o caso do Detran com as fiscalizações no município.
Dentre outras coisas falou sobre os alunos do Ramal Catianã, que estão indo pra aula um dia sim e outro não, porque o ramal está muito ruim. Disse ainda que a parceria feita com a Seaprof não está beneficiando o povo de Assis Brasil, e sim as pessoas da área de Brasiléia e sobre o seletivo informou que não está gostando da forma como está sendo conduzido, mesmo tendo votado a favor da sua realização, nisto enfatizou que hoje é a favor de que o seletivo seja anulado.
ANTONIA CAVALCANTE – PC do B
Contou que esteve na comunidade do cumaru, convidada pela AMOPREAB aonde estava a Secretária de Turismo, Gabinete do Governador, Representante da Deputada Leila Galvão aonde foi debatido pontos sobre o dia da santa Raimunda que se aproxima para o dia 15 de agosto. Nisto acredita que vai ser melhorado bastante as três comunidades próximas dali, então vão correr atrás de parceria com o governo para atender o povo melhor.
Disse que recebeu várias reclamações da rua Juvenal Duarte, aonde a Prefeitura fez o trabalho de jogar barro e ficou pior do que o que estava e quando saísse da sessão irá lá procurar o Secretário para que tome providência.
Falou sobre os a importância de saber sobre os valores repassados para o município, quanto ao ISS e RP das empresas que vem trabalhar nas construções no município.
Outro tema tratado foi sobre as fiscalizações feitas pelo DETRAN no município, uma vez que fecham as ruas e todas as saídas. Nisto destacou que deve-se fazer um documento para o DETRAN e para o governador pedindo que tenham o compromisso de fiscalizar mas de uma forma descente.
Em relação ao Piso dos professores da educação, enfatizou que os professores estão recebendo 700 reais a menos que o piso e isso é injusto porque pela sala de aula passa o Dr. o promotor, o juiz, o médico, todas as profissões. Sem contar que um médico que passa na sala de aula tem uma quantidade de pessoas que atende por dia e o professor tem que atender 40 alunos por sala de aula. Então precisam ser pagos com dignidade, porque dinheiro a educação tem. Como providência irá pedir o reajuste para os professores.
Sobre os ramais, falou da Ponte do km 13, aonde os moradores tiraram madeiras e ajudaram, mas a máquina que foi fazer o trabalho fez mal feito, fator este que está impossibilitando o Programa luz para todos de colocar iluminação numa localidade dali, que não passa pela ponte por medo de afundar.
Finalizou cobrando a votação do projeto apresentado pela Vereadora Cláudia, sobre os mototáxi.
ANA CLÁUDIA – PSD
Visitou o Icuriã, foi até o castanhal aonde não conhecia e observou que está muito feio, tem atoleiro e se der duas chuvas no inverno ramal não vai prestar para nada.
Contou de sua participação em reunião que aconteceu na quinta-feira no ramal do beija flor, aonde estava o Prefeito e a secretaria de Educação, onde o Prefeito se comprometeu em colocar um carro para auxiliar no transporte escolar. Nisto a Parlamentar frisou que vai solucionar um problema e gerar outros porque existem outros ramais que precisam de transporte.
Sobre o seletivo, relatou que esteve com o Promotor para falar sobre o que está errado no edital e que seja tomado providências.
Sobre DETRAN, expôs que estão fechando todas as ruas, e é atrás de dinheiro. Eles multam e ainda levam veículo para Brasiléia, então tem que pagar multa e gastar para ir buscar o veículo em Brasileia. Nisto concordou com a vereadora Antônia que devem fazer documento, para que pelo menos estejam apenas na alfandega.
IVELINA ARAÚJO – PT
Falou que esteve em um encontro em Epitaciolândia Macro, para definir ações discutidas nas regionais a respeito do tema, Fortalecimento da governança para paisagens e inovações sustentáveis no Acre.
Sobre o ramal do Icuriã, disse que respeita as reclamações dos Vereadores, mas essa foi uma discussão que foi puxada pela comunidade, através dela como Vereadora e da Deputada Leila, aonde o governador se comprometeu de dar o acesso e posteriormente fazer a abertura que vai ser feito em duas etapas. Nisso deixou esclarecido que o compromisso do governador ele vai assumir. Mas disse que acredita ser preciso unir força e não estar colocando picuinha na cabeça das pessoas, pois o governador fez o compromisso com a comunidade e ele vai estar na comunidade para fazer a sua declaração junto com a comunidade, agora se chegar no final do ano e não tiver sido feito o melhoramento do trecho que não vai ser feito esse ano, que está sendo discutido com a comunidade e ela vai decidir. Quanto a largura do ramal, o DERACRE não pode ramal porque é área de preservação, então a largura do ramal vai ser quatro metros.
Então ressaltou o pedido aos demais Vereadores para unir forças porque entende que para a Prefeitura não é fácil abrir todos os outros ramais, porque tem que priorizar os ramais que dão acesso as escolas. Mas acima de tudo deve pensar e agradecer porque mal ou ruim foi prometido um acesso e esse acesso foi feito mesmo entrando em período chuvoso, fato que danificou o trabalho realizado.
Dentre outras coisas, disse que esteve em reunião com o presidente dos toyoteiros que informou que o preço já baixou de 150 para 100 e quando o acesso chegar ao Icuriã baixará para 70 reais
WENDELL GONÇALVES – PR
Voltou a tribuna para dizer a Ivelina que picuinha não ficou para ele, mas se for picuinha é dos moradores porque trouxe reclamação dos moradores à Casa. Achou a palavra muito pesada. Nisto disse que realmente o município é responsável pelos ramais, mas será que Assis brasil não faz parte do Estado, país, pois tem coisas que não é responsabilidade apenas do município. Dessa forma reafirmou que é responsabilidade sim do presidente, do governador e do Prefeito, nisto também pediu que deixasse a política subir à cabeça e esquecer do povo que realmente está precisando. Alfinetou dizendo que o ramal não vai sair agora, mas no outro ano vai, porque é aonde vão atrás de voto. Dentre outras coisas, criticou que se deixar o ramal da largura que está, não vai passar uma moto, porque quem anda direto sabe qual é a realidade.
Finalizou falando sobre indicação feita por ele, alunos que estão indo a pé para a escola na baixa verde, onde os moradores estão cobrando e também não é picuinha de vereadores e sim, cobrança.
GILDA ALMEIDA – PR
Começou alfinetando alguém, narrando que às vezes tem pessoas que erram e pensam que estão acertando.
Sobre o seletivo, informou que tem mais de 700 pessoas inscritas e que muitas vêm de fora, mas isso é por causa da firma responsável, porque ao seu ver o primeiro erro está aonde diz que tem que ter residência própria, residir no local, porque da mesma forma que as pessoas que vem lá de fora erram, tem também aqui no município, pessoas que dão endereço errado e mais uma vez alfinetou dizendo que, Para tirar um cisco do olho do outro, temos que tirar primeiro a trave do nosso.
Sobre os ramais, comentou que todos os Vereadores estão visitando ramais, e tem vereadores querendo subir na cabeça dos outros, dizendo que só eles estão fazendo. Nisto contou que nas casas aonde visita na zona rural, os moradores contam o que cada Vereador fala ao chegar lá. Indignada, mencionou que ninguém nunca ouviu falar que a Gilda esteve na casa de alguém falando mal dos demais vereadores, nisto sugeriu que os Parlamentares devem ser unidos, porque lá fora todo mundo joga a culpa nas costas dos vereadores.
PAULO SALES – PP (Voltou à tribuna)
Não gostou da colocação da vereadora Ivelina, sobre dizer que os Vereadores estão fazendo picuinha, pois a palavra é muito pesada para ele que não é Vereador de picuinha e sim um Vereador que trabalha sério junto com a comunidade, aonde destacou que andou no ramal, constatou e conhece quem trabalha com máquinas e faz um trabalho de verdade, enfatizando que escadinha não é trabalho de tratorista e no ramal só se vê escadinha e isso não se pode dizer que foi um trabalho bem feito.
Outro ponto destacado foi que o Ramal do Icuriã é um ramal do Estado, então ele não é tanto da preocupação do Prefeito, além disso o Governador garantiu, dizendo ao Prefeito para deixar com ele que o ramal era dele.
Dentre outras coisas mencionou que o Governador já falhou em uma vez que fez reunião no Pólo, com muitos produtores rurais e prometeu que iria asfaltar três quilômetros de ramal e até agora nada aconteceu, no que mais uma vez enfatizou que não é picuinha é que já conhece a verdade, pois já ouviu e viu.
Finalizou informando que conversou com o povo, e foi o povo quem repassou as notícias, então não aceita que diga que foi picuinha, pois até então, estavam bem na Casa, mas não aceita esse tipo de coisa porque está fazendo trabalho sério, onde todos os Vereadores estão andando nos ramais e estão vendo que o Prefeito está dando o que tem, as máquinas não estão paradas e ele está ouvindo as reivindicações, nisto pediu que a Vereadora pensasse mais antes de falar essa palavra.
ANA CLÁUDIA GONÇALVES – PSD (voltou à tribuna)
Em respeito a fala de Ivelina sobre o Icuriã, destacou que estão repassando a preocupação dos moradores que já foram prejudicados por volta do ano de 2014 a 2015 quando entrou pessoal para fazer o ramal, onde tinha caminhão alugado e trator, mas fizeram muito foi trabalho particular, mas o ramal que era para ter sido feito e dado acesso ao Icuriã, não foi concluído pois chegaram apenas até a senhora Neide, dando só uma meia sola. Então destacou que não era para estar na situação que se encontra hoje e essa é a preocupação dos moradores pois já estão cansados de promessas, sendo que se o ramal permanecer na situação que está, vai chegar o inverno e ninguém vai poder vir até a cidade, sendo que se adoecerem, vai ter que fazer como antigamente, trazer na rede ou quem tem melhor condição fretar um avião. Finalizou dizendo que o Ramal está muito estreito, foi feito melhoramento mas foi de urgência e não ficou bom porque não tem saída de água, então é essa a preocupação dos moradores e se é picuinha é do povo porque eles estão revoltados.

VÍDEOS INTERESSANTES

Câmara Municipal De Assis Brasil - Acre
Rua Raimundo Chaar, 372, Centro - CEP. 69935.000