Menu

Vereadores de Assis Brasil

Publicidade

quinta-feira, 29 de junho de 2017

VEREADORES APROVAM PROJETO DE LEI EM PROL DOS MOTOTAXISTAS DE ASSIS BRASIL, NA 18ª SESSÃO ORDINÁRIA



Confira os discursos e matérias votadas!
1 – MANOEL MATIAS -  PSD
Cobra sobre pequena ação do Poder Executivo que é a questão da rampa no Centro do Idoso e até hoje não conseguiram fazer por falta de vontade porque é uma coisa que não gasta tanto. Esteve lá conversando com as pessoas e ouvindo relatos que praticamente iam caindo e só não se machucaram porque tinha gente perto para ajudar. Nisto enfatizou que se acontecer alguma coisa com algum idoso, será o primeiro a ir no Ministério Público denunciar o poder Executivo por Negligência. Reclamou ainda sobre terem tirado o forró dos idosos da praça e colocado para o Centro do Idoso, explicando que o Centro, é quente e o espaço é pequeno em relação à praça. Comentou ainda que a decisão foi tomada na ausência da Secretária de Assistência Social, nesse sentido, questionou se há alguém hoje que está querendo ser mais prefeita do que o Prefeito. Nisto acrescentou que o voluntário é para ser voluntário e não para tomar decisões, pois acha um desrespeito quando a pessoa chega numa secretaria toma decisões sem participar para a Secretária, porque se o secretário for incompetente, é melhor que demita, do que fazer esse tipo de coisas. Finalizou falando sobre manipulação das pessoas que não são concursadas e da reunião da ACEIAB, aonde faltou a presença dos Vereadores e alguém comentou que são irresponsáveis, nisto demonstrou sua indignação e repudio ao comentário.
2- PAULO SALES - PP
Reforçou as palavras do Vereador Manoel Matias, no que se refere a diferenciação que é feita entre funcionários concursados e não concursados, porque todos são servidores públicos e não aceita discriminação, sendo ele contra humilhação de funcionários. Mudando de tema, falou sobre sua indicação, solicitando peladeira de arroz para a comunidade Mantiqueira, explicando é um local muito distantes, então é de grande necessidade uma peladeira, pois ali residem mais de 20 sócios. Dentre outras coisas fez o pedido de limpeza no ramal do 07, km 07, pois os produtores tem muita dificuldade de acesso, nisto solicitou que seja realizado um paliativo, destacando que somente a patrol resolve o caso. Ainda na Tribuna lamentou o falecimento de um amigo de trabalho, que era um grande líder e sempre estava à frente de tudo e morreu de infarto, muito provável por conta dos trabalhos com o DDT. Finalizou comentando sobre os falatórios que aconteceram na reunião da ACEIAB contra os Vereadores, explicando que nem todos os dias os parlamentares podem participar de reunião, pois as vezes tem tanta coisa de maior necessidade para fazer.
Grande expediente
3 – ANTONIA CAVALCANTE - PC do B
Iniciou pedindo o apoio dos demais Vereadores na aprovação de um requerimento colocado por ela, o qual solicita uma audiência pública com o Detran no município de Assis Brasil, explicando que é bom o Detran estar na cidade, mas de uma forma que não cause constrangimento às pessoas pois hoje vem o povo da zona rural vem de moto até a cidade, só para com o dinheiro para comprar suas coisinhas e são abordados, onde citou o exemplo de um rapaz do km 13, que foi pego e ele estava errado, mas a moto estava com documentos em dia, mas estava sem habilitação e bêbado, ele foi preso e teve que pagar fiança para sair senão iria para a penal, o Detran estava certo, mas enquanto isso os bandidos, os traficantes, os ladrões estão soltos lá no bairro Bela Vista, brincando de atirar um no outro e a polícia não está fazendo nada. Nisto a vereadora propôs que ao invés do Detran estar no município fazendo essas apreensões, que fosse mandado um Delegado para Assis Brasil porque é isso que o povo está precisando e com urgência. Ainda citou uma pauta do seu requerimento que seria, para o Detran ao fazer as fiscalizações, não fechar todas as ruas. Também falou da sua indicação para melhoria do Ramal Altamira, até a colônia do senhor Valdivino, pois ali existe uma escola e assim dará o acesso à comunidade. Informou que na próxima sessão irá apresentar um projeto de lei do dia do evangelho, projeto este que em gestão anterior, já foi aprovado por todos os Vereadores e infelizmente não foi sancionado pelo prefeito. Dentre outras coisas falou sobre terrenos baldios na invasão, pertencentes a pessoas que não precisam, nisto indicou que a Prefeitura fizesse uma visita social e quiçá pudesse pegar esses terrenos para doar para famílias que realmente precisem.
4 – ANA CLÁUDIA - PSD
Criticou a retirada da festa dos idosos da Concha Acústica, uma vez que na Concha gerava arrecadação de dinheiro, pois o senhor da pipoca, vendia sua pipoca, as lanchonetes vendiam sanduíche, água, suco, açaí cremoso. Nisto contou que visitou alguns idosos e perguntou se tinham achado melhor transferir o forró para o Centro do Idoso e eles disseram que não. Reclamou que o Prefeito não ouve os Vereadores, no tocante a atender demandas indicadas pelos Vereadores e também sobre os apadrinhamentos políticos, juntamente com a discriminação de servidores permanentes e provisórios. A respeito do seletivo contou que recebeu muitas reclamações, bem como disse que é contra o fato de, as pessoas de fora terem mais direitos do que as daqui. Relatou sobre a preocupação dos moradores do Iracema, em relação ao melhoramento do ramal, pois haverá a festa da igreja e precisa oferecer trafegabilidade, nisto ameaçaram fazer um protesto em frente à Prefeitura, até que as máquinas entrem no ramal. Continuou reclamando que o produtor rural não tem incentivo para nada. Sobre o Detran, exclamou que ele vem e faz o que quer no município, principalmente abordando o produtor que vem fazer suas compras do mês, mas os bandidos, arruaceiros ficam à solta, nisto destacou que precisa-se mesmo é de um Delegado e mais policiais na rua, nesse sentido citou o exemplo de grupinho que estava testando pistola com tiros no meio da rua, sendo este um grande perigo para a comunidade. 5 – ANTONIO CAMELO - PP
Iniciou falando sobre a indicação que fez pedindo abertura do ramal Bela Vista, contou que viu a necessidade do povo que ali reside, ao carregar 700kg de bananas pelo rio seco e isso não é fácil, nisto solicitou do Prefeito, o melhoramento do ramal. Outra indicação foi para a aquisição de uma peladeira de arroz para a comunidade do Sol-Sol, que é uma comunidade antiga, composta por dez famílias e aquelas pessoas, tanto consumem como produzem arroz. Salientou que observando comunidades que receberam o benefício de peladeira de arroz, engenho e casa de farinha nas outras gestões foram mal distribuídas. Nisto citou maquinários que estão sob propriedades exclusivas de certas pessoas, bem como existem outras em locais que não produzem nada, então indicou ao Secretário de Agricultura para que quando chegarem as máquinas no município, que possam ser bem distribuídas.
6- LÁZARO BRASIL – PC do B
Sobre o ramal do Icuriã, transmitiu reclamações dos povos indígenas quanto ao preço da Toyota, pago para ser transportado no ramal e que é um preço alto, sendo que essa é um fator que causa maior preocupação, pois no inverno é normal cobrar um preço mais alto, mas no verão tem que baixar. Mudando de tema reclamou sobre o mau atendimento aos indígenas nos hospitais, destacando que acha incorreto pois todos são seres humanos. Também falou de sua indicação para a construção de uma casa de passagem na zona urbana para o povo indígena, destacando que muitos indígenas vêm para a cidade apenas com o dinheiro da passagem e da comida, então seria de grande importância a construção ou aluguel de uma casa para eles pousarem. Dentre outras coisas disse que irá solicitar um orelhão para o ramal da Primavera, para melhorar a comunicação entre o povo da aldeia e o pessoal do porto. Outro tema citado foi sobre ter falecido uma índia no hospital e a comunidade indígena culpa o hospital, alegando que se o hospital não tem condições, que encaminhe para Rio Branco para tentar resolver.
7 – WENDEL GONÇALVES - PR
Iniciou falando sobre as reclamações recebidas em relação ao seletivo, no que se refere as brechas deixadas pela banca examinadora, principalmente sobre as pessoas que vieram concorrer de fora, aonde a Prefeitura gastou muito dinheiro com a banca e indicou que deveria ter sido colocada cláusulas do tipo ter residência no município há pelo menos dois anos, pois assim sobraria vagas para o povo de Assis Brasil. Nisto enfatizou que para o concurso público, concorda que seja aberto para todos, mas o seletivo tinha que priorizar o pessoal da cidade. Com relação ao cargo de professores foi contra o período ter sido de apenas cinco meses, pois em janeiro terá que haver outro gasto, também indicou que deveriam ter consultado o Legislativo sobre ideias para o seletivo. Mudando de tema falou sobre os ramais, onde ouve-se que virá outra frente de trabalho para beneficiar a parte do ramal do recife, mas destacou sua preocupação, pois vê que não há possiblidade pelos problemas enfrentados com os maquinários antigos. Finalizou contando que esteve na rádio e gostou muito da entrevista, aonde falou muito sobre o ramal do Icuriã.
MATÉRIAS APRECIADAS
DISCUSSÃO E VOTAÇÃO PROJETO MOTOTAXI – “Altera, acresce e exclui dispositivo a Lei nº 192, de 31 de dezembro de 2007, que “Dispõe sobre a permissão e regulamentação para funcionamento dos serviços de transporte individual de passageiros em motocicletas de aluguel. (Mototáxi) do Município de Assis Brasil e dá outras providências.” – PROVADO POR UNANIMIDADE
REQUERIMENTO TOINHA – Convocando o Detran para uma audiência pública no município de Assis Brasil –  aprovado unanimidade

VÍDEOS INTERESSANTES

Câmara Municipal De Assis Brasil - Acre
Rua Raimundo Chaar, 372, Centro - CEP. 69935.000