Menu

Vereadores de Assis Brasil

Publicidade

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

VEJA OS DISCURSOS DOS VEREADORES NA 25ª SESSÃO DO LEGISLATIVO DE ASSIS BRASIL


1 - PAULO SALES - PP
Parabenizou o vereador Wendel e Lázaro por seus aniversários, desejando felicidades e muitos anos de vida. Leu sua indicação com respeito ao paliativo e afastamento da ladeira, nas proximidades da maromba, aonde caiu uma árvore e fez o ramal ficar estreito, com isso não dá pra passar um carro pelo outro, correndo risco de acontecer um acidente. Pediu que seja tomado providência para que dê condições aos produtores que moram naquele ramal. Já conversou com o Secretário e ele disse que estará fazendo o trabalho brevemente. Outra coisa foi, com relação a festinha dos idosos que acontecia na Concha Acústica, disse que está sendo cobrado para que volte a ser lá, porque era importante quando os idosos iam para a praça se divertir, tinha mais espaço e também os vendedores vendiam suas coisas, todo mundo saía ganhando. Disse ainda que, a pessoa que tirou o evento da praça, não pensa no povo daqui, porque essa pessoa curte lá fora e não sabe da necessidade que o povo daqui tem de curtir um dia, uma tarde no município. Nisto reafirmou que deve-se voltar as atividades com os idosos na praça, porque a obra da Concha foi feita para isso.

2 – MANOEL MATIAS - PSD
Iniciou sobre a educação que, segundo ele vem sendo conduzida de uma forma que acha incorreta, no que se refere a demissão de professores em um dia e recontratação no outro; porque essas pessoas trabalham porque precisam. Se fossem demitidas por incompetência, tudo bem, mas brincar com o sentimento não é admissível. Nisto parabenizou professoras que não aceitaram voltar a trabalhar depois de demitidas. Nisto indicou que um Secretário deve planejar antes de tomar uma decisão, para não ter que voltar atrás. Sobre as indicações feitas, relatou que fez uma indicação pedindo para concertar o esgoto que passava na frente da casa de um morador, sendo que os próprios moradores só queriam o material, dariam a mão de obra, mas até hoje a Prefeitura nenhuma explicação. Lembrou também que a Prefeitura se comprometeu em arrumar as ruas quando chegasse o verão, mas acha que estão esperando o próximo inverno. Dentre outras coisas, falou da promessa do Governo de asfaltar ruas, mas ninguém mais tem esperança. Com relação a festinha dos idosos, enfatizou que muitas vezes são omissos em deixar que certas coisas aconteçam e agora o forrozinho está se acabando porque as pessoas não gostam do novo ambiente. O idoso está enjoado de viver entre quatro paredes, ele quer liberdade. Finalizou alfinetando a Presidente, parabenizando-a porque foram demitidos servidores da educação e a filha dela não foi, porque ela conseguiu segurar. Acrescentou que as pessoas têm que ver que todas as famílias precisam e não apenas uma família.

3 – LÁZARO BRASIL -PCdoB
Esteve visitando comunidades indígenas e trouxe reclamações do povo com relação a construção de uma casa de apoio, porque muitos não têm recursos para permanecer na cidade quando vem para fazer algum documento, ou consulta. O dinheiro que eles têm dá mais para comprar a comida. Outra coisa, foi que pediram para agradecer ao Governador, a Deputada Leila, Vereadora Ivelina e o Manoel por ter ajudo a colocar o ensino médio na aldeia Extrema. Também relatou sobre as dificuldades no porto do Icuriã, aonde já encaminhou indicação ao Executivo, porque precisa de uma casa de apoio para dar atendimento ao povo indígena para guardar suas máquinas, pois ali eles têm que pagar R$ 10,00 para que suas máquinas sejam guardadas. Disse ainda que o povo agradece também ao Governador por ter feito parte do ramal do Icuriã e Catianã. Mas ainda está pouco, porque querem que seja colocado ao menos piçarra no ramal tendo em vista que sofrem com a chuva quando não podem trafegar completamente. Finalizou falando que alguns toyoteiros estão reclamando com ele por ser indígena e conhecer a situação, nisto pedem que faça indicação, o que já foi feito, mas não somente as dele, como também indicações de outros vereadores não são atendidas. Finalizou falando sobre o  itinerante que, em breve irá acontecer no Icuriã.

4 – WENDELL GONÇALVES - PR
Agradeceu os parabéns recebidos e a todos os presentes na sessão. Explicou que faltou à sessão passada por conta do falecimento de sua tia. Parabenizou a Prefeitura  por fazer a iluminação da cidade, aonde esteve no Perú durante a noite e viu que o trecho está iluminado. Sobre indicações, disse que crê que de 100%, cerca de 5% foram respondidas. No que reclamou das meias respostas encaminhadas pela Prefeitura e pediu que o Gabinete responde sendo direto e não dizer que encaminhou para a Secretaria tal para depois responder verdadeiramente. Sobre ramais, reclamou que fazem as indicações no começo do inverno e a Prefeitura pede para esperar o verão chegar, mas já está chegando o inverno novamente e tem ramal que puxa aluno que não foi finalizado; tem aluno andando a pé em pleno verão. Disse que no domingo visitou a comunidade Natal. E sabe-se das dificuldades, da falta de combustível, máquinas que quebram mas tem que priorizar. Se não dá pra fazer tudo, abraça a saúde e educação que dá certo. Finalizou falando que a metade dos Secretários está sendo muito conivente com o que está acontecendo em Assis Brasil, muitas vezes culpa-se o Prefeito, mas o problema bate no Secretário e não chega do mesmo jeito no Prefeito, nisto afirmou que ele está muito mal assessorado, uma vez que os Secretários estão deixando muito a desejar. Também falou sobre o laboratório do Hospital que está funcionando aos trampos e barrancos mas ainda assim, atende a população, enquanto isso o laboratório municipal está jogado no antigo posto Antonio Alves, então falta organização.

5 – GILDA ALMEIDA -PR
Emitiu votos de felicidades aos Vereadores que aniversariaram. Manifestou que irá ajudar o Vereador Paulo com sua indicação, pois aquele trecho realmente está ficando difícil. Acrescentou que irá se manifestar em relação às respostas das indicações que só estão vindo por escrito, mas que de fato e direito não está acontecendo. Com relação às falas do Vereador Manoel Matias, externou que não sabia se sua parabenização era de verdade ou irônica, mas se foi de forma irônica, afirmou que é verdade, que briga mesmo por seu pessoal porque foi para isso que andou dia e noite, quarenta e cinco dias, pela cidade, de casa em casa, entrando aonde nem o próprio Prefeito que está lá dentro não entrou, pedindo votos de manhã, de tarde e de noite para o Prefeito e hoje tem gente se beneficiando que não derramou uma gota de suor. Por isso, se sua filha tivesse saído, poderia até não conseguir mas teria ido lá brigar por ela porque não é hipócrita, trabalha pelos delas. Mudando de tema criticou o povo que está reclamando sobre a sansão da semana do evangélico. Dentre outras coisas contou testemunho de vida da sua mãe e a vitória na realização do sonho dela de conhecer sua quarta geração, que porventura lhe foi oferecida através da geração da própria Presidente. Solidarizou-se com o Vereador Lázaro, onde informou que na outra gestão fez duas indicações pedindo construção de casas de passagem para as duas etnias e nenhuma foi atendida, mas que espera um dia seja construída. Nisto destacou que sempre leva as reivindicações dele ao Prefeito. Reclamou das respostas encaminhadas à Casa pelo Gabinete, destacando acreditar que o Prefeito não tem conhecimento de tais respostas, pois são vagas e sem propriedades para ir empurrando com a barriga, nisto indicou que os Vereadores devem buscar o Prefeito para maiores esclarecimentos.

6 – ANTONIO CAMELO - PP
Iniciou falando sobre a inviolabilidade da palavra do Vereador e que respeita a decisão de cada um. Mudando de tema, discorreu sobre o Prefeito não ter concluído as indicações dos Vereadores porque, eles próprios sentaram com o Prefeito pedindo o valor dos repasses e a queda nos últimos meses. O que por sua vez, teve a oportunidade de ver na finança, uma queda do repasse do FUNDEB de 500 mil reais para 350 para pagar a folha da educação. Então as coisas não estão fáceis. Nisto destacou que sem dinheiro, ninguém administra bem, independente de qual partido seja. Exemplificou a questão dos ramais que não foram concluídos, primeiramente porque não tinha orçamento, foi feito com recurso próprio. Nisto questionou se seria apenas o município de Assis Brasil que tem buracos. Então afirmou que o que salvará o município é a questão dos limites territoriais com Sena Madureira e Brasiléia, pois assim virá mais verbas que na verdade são de direito porque os gastos são de Assis Brasil, com isso o ônus também tem que ser.

7 – CLÁUDIA GONÇALVES - PSD
Parabenizou a Secretária Hélem por sua disponibilidade em auxiliar o povo, também o Prefeito pela iluminação da cidade. Falou sobre a saúde que está um descaso, aonde o Secretário faz e desfaz a hora que quer, a atendente de farmácia tem que ter um curso e quem está despachando remédio é agente de saúde, sobre o laboratório ainda está tudo jogado e sem previsão de funcionar, ficarão pagando aluguel do posto só pra guardar os equipamentos. Dentre outras coisas discorreu sobre os ramais, sobre não ter feito acordos políticos, sobre o tapa buraco das ruas que não acontecem e sobre sua discordância em relação a mudança das atividades dos idosos da Concha Acústica para o Centro do Idoso.

8 – IVELINA ARAÚJO - PT
Começou reclamando sobre sua falta na Sessão passada e convidou todos para evento do Sindicato que vai tratar o tema de desenvolvimento rural, aonde terá a presença do representante do café clonado, COOPERACRE, Acre Aves, entre outras. Mudando de tema falou que uma de suas prioridades é a questão dos ramais, destacando que no Sábado haverá itinerante no Icuriã, e que também já fez pedido de casa de apoio para os indígenas na legislatura passada, tanto ao Prefeito quanto ao Governador. Dentre outras coisas destacou a frequência de apagões durante a noite em Assis Brasil, no que indicou que seja procurado maiores informações acerca desses acontecimentos. Também levantou questionamento em relação as contratações do seletivo da Prefeitura, que poderia contratar os cargos em substituição como o caso dos ACS e tem muitos que não foram chamados, estando trabalhando pessoas que não passaram no concurso.  Finalizou falando sobre a educação e falta de informações de quando o laboratório voltará a fazer exames.

9 – ANTONIA CAVALCANTE - PCdoB
Denunciou que a farmácia do município está fazendo a distribuição de medicamentos por uma pessoa não autorizada, que no caso é um Agente de Saúde, quando deveria ser feita por uma pessoa capacitada para a função. Nisto reclamou do Secretário de Saúde, dizendo que ele acha ter um rei na barriga e que é o dono da situação, pondo e tirando quem ele bem quer. Outra questão é com relação a marcar consultas, fato que agora se um paciente perder a consulta, somente poderá remarcar com trinta dias, coisa que não concorda e estará entrando em contato com seus Deputados para pedir que revejam essa situação, porque muitas vezes as pessoas faltam a consulta por falta de recursos. Dentre outras coisas relatou sobre os caçambeiros, aonde tem três caçambas alugadas para a Prefeitura e essas por sua vez estão tirando o ganha pão das pessoas que residem em Assis porque fazem a retirada de barro e areia para os moradores a um preço mais barato, uma vez que já recebem da prefeitura. Nisto irá tentar uma conversa com o Prefeito para resolver a situação. Finalizou informando que conseguiu curso para os mototaxistas junto ao Sest Senac, que acontecerá nos dias 26, 27 e 28 com custo de cerca de R$ 400,00.


VÍDEOS INTERESSANTES

Câmara Municipal De Assis Brasil - Acre
Rua Raimundo Chaar, 372, Centro - CEP. 69935.000