Menu

Vereadores de Assis Brasil

Publicidade

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

23ª SESSÃO ORDINÁRIA CMAB. CONFIRA AS PAUTAS!


PAULO SALES (PP)
Fez reclamações sobre o uso dos carros que vieram para dar suporte à Secretaria de Saúde e de Obra. Disse que mesmo com suporte, todas as vezes que o Secretário de Saúde vai viajar, ele usa diária e combustível. Outro assunto foi a respeito das pessoas que vivem na zona rural, nos assentamentos do INCRA pois estão abandonados pelo Incra no que se refere aos trabalhos de ramal. Também sobre os programas do Governo Federal, os cidadãos não estão sendo beneficiados. Destacou que o Senador Jorge Viana disse que ama Assis Brasil, então pediu que se realmente ele ama, tente pelo menos viabilizar algo para o município, como por exemplo uma patrulha mecanizada. Mudando de assunto, parabenizou o discurso dos vereadores na semana passada quando falaram sobre a SEAPROF que era para estar desenvolvendo trabalhos nos assentamentos mas nada faz, e com isso as máquinas não estão servindo. Acrescentou que Marquinho disse que vai cortar os produtores fornecedores do PAA que não votarem no Lourival. Nisto criticou que isso é uma ameaça à democracia, pois ele está usando a máquina pública para se beneficiar. Finalizou falando que o Acre é do povo e não de partido e que ele é contra tratar pessoas com ameaça, todos devem ser tratados com civilização.

 IVELINA ARAÚJO (PT)
Contou que tem sido muito cobrada com relação a iluminação pública. As pessoas estão revoltadas porque pagam todos os meses a taxa de iluminação pública. Nisto propôs que o Prefeito tenha um cronograma de manutenção desse serviço pelo menos a cada três meses. Destacou que estará levando documento ao Ministério Público, solicitando que seja tomada uma providência em relação a isso, porque é um direito do cidadão. Exemplificou que tem funcionários e alunos que saem das escolas às dez horas e com as ruas escuras, há a probabilidade de acontecer atos criminosos. Acrescentou que por conta da falta de iluminação, pode ocorrer acidentes. Disse ainda que não existe fiscalização do setor de tributos com relação a isso, nem da Obras com os entulhos. Outro assunto foi com relação as reclamações sobre a peladeira que está quebrada, faltando polia e borracha. Com a falta dos serviços, são os rato que estão dando conta do arroz que está alí. Acrescentou que há um funcionário está recebendo sem trabalhar e isto o incomoda porque não é culpa dele. Outra situação é sobre a escoação da produção, contou que houve rumor mentiroso que carro da agricultura foi denunciado por ela e por isso não estava em ação, nisto a mesma justificou que o que falou na tribuna foi que o carro estava fazendo trabalhos que não era da sua alçada. Finalizou dizendo que a equipe da Eletroacre, hoje só tem apenas dois funcionários e não é possível para dar conta, sendo que antes eram duas equipes com dois carros. Concluiu falando sobre a privatização da Eletrobrás que não é a solução.

 WENDELL GONÇALVES (PR)
Alfinetou que a questão da peladeira, citada pela Vereadora Ivelina, realmente é complicada, mas se o Governador tivesse realmente cumprido o que prometeu de mandar peladeiras para o município, então essa situação não estaria acontecendo porque teria outras para suprir. Acrescentou que as privatizações aconteceram em partidos A e Bs, então não se pode reclamar. Dentre outras coisas, contou sobre visita que fez em comunidade na zona rural destacando pontos críticos a serem analisados e resolvidos. Finalizou destacando que na volta parou na Primavera e verificou que a patrol está lá, fazendo o serviço, sendo que há informações de que depois ela irá fazer os serviços do Catianã.

MANOEL MATIAS (PSD)
Começou falando sobre indicação que fez, solicitando que a Prefeitura reforce a estrutura de esgoto de perto da escola, acrescentando novos ferros, bem como construa uma nova tampa para o esgoto da rua que quebrou e reconstrua parte da cerca da escola que está danificada. Destacou que antes de apresentar a indicação, foi na Prefeitura falar com o Prefeito para solicitar que esses trabalhos sejam feitos urgentemente, pois grande é a preocupação com as crianças. Mudando de tema, falou sobre a segurança, destacando que está tranquilo agora mas não se sabe até quando. Relembrou situação em que o Secretário de segurança esteve em Assis e falou sobre a criminalidade ser uma opção do adolescente, mas a culpa é do poder público que não oferece nada para os jovens fazerem. Acrescentou que o descaso é notável e que isso ocorre por falta de carinho, de um olhar mais humano. Nisto relembrou seu Projeto para construção de uma escola de música no município e pediu ajuda dos demais pares para que seja executado, uma vez que é importante para os pais saberem que seus filhos estão numa escola de música e não fazendo outras coisas na rua. Dentre outras coisas destacou que fez requerimento pedindo informações da Secretaria de Saúde e não teve resposta, mas irá fazer reiteração e Secretário terá que dar uma resposta porque ele não é dono daquela secretaria, apenas está à frente da pasta. Finalizou dizendo que não sabe o que acontece com o prefeito em querer manter o Secretário de Saúde na pasta. Nisto relembrou que Arquileudo foi tirado da agricultura e tinha muita capacidade. 

VÍDEOS INTERESSANTES

Câmara Municipal De Assis Brasil - Acre
Rua Raimundo Chaar, 372, Centro - CEP. 69935.000