Menu

Vereadores de Assis Brasil

Publicidade

terça-feira, 25 de setembro de 2018

26ª SESSÃO ORDINÁRIA CMAB: CÂMARA EM AÇÃO!


1 PAULO SALES DA SILVA (PP)
Deixou seus pêsames à família do senhor Quincas, destacando que ele era um grande amigo, uma ótima pessoa, então que Deus o tenha em um bom lugar. Mudando de assuntou, contou sobre visita que fez no ramal da palestina, aonde viu a situação em que se encontra o ramal. Destacou que o pessoal quer trabalhar com hortaliça para abastecer o mercado de Assis Brasil e precisam de imediato que o ramal seja recuperado. Nisto acrescentou que pediu ao Vice Prefeito que visse com bons olhos e ajudasse o povo da palestina e do Erecê para que quando a máquina estivesse voltando, fizesse pelo menos um paliativo alí. Também fez apelo ao Secretário de Obras.

2 ANA CLÁUDIA GONÇALVES (PSD)
Vereadores de Assis Brasil
Reclamou sobre as condições dos ramais, destacando que as ladeiras estão acabadas e moradores tem se virado como podem fazendo melhorias com enxada. Disse que os moradores da zona rural continuam abandonados, porque entra prefeito e sai prefeito e a situação deles não muda. Alfinetou que máquinas vêm para a Prefeitura e se acabam. Com relação as ruas esburacadas, falou que quebraram o hospital velho e levaram o concreto para a garagem, mas não fizeram os tapas buracos. Enfatizou ainda que não é só o Bela Vista que tem buraco, toda a cidade está assim. Também reclamou sobre o bueiro próximo da Escola Simón Bolívar, que não foi concertado e pode causar acidentes. Dentre outras coisas, comentou que às vezes fica com pena do Lázaro porque ele reclama que suas indicações não são atendidas, mas as dos demais Vereadores tampouco são. Denunciou que conversou com pais de alunos da Divisão, aonde eles reclamam que um dos professores ameçou que se eles não votassem em tal candidato, perderiam o bolsa família, que a escola da divisão vai fechar, que os benefícios serão perdidos, etc. Nisto enfatizou que deve ser respeitado o direito das pessoas de votarem em quem querem. Outro assunto, foi sobre a educação, relembrou que na Escola Maria Ferreira educação pagou para fazer cerca e até agora não foi feito nada. Finalizou parabenizando a gestora da Escola Edilza, porque ela cuida da escola como se fosse a casa dela, às vezes até melhor porque passa mais tempo ali do que em casa. Já quanto a Maria Ferreira, é um abandono, é triste de se ver. Acrescentou sobre também é triste quando na escola pública não tem vaga, pois sempre tem que ter.

3 ANTONIA PEREIRA CAVALCANTE (PC do B)
Relatou que participou de reunião na primavera, aonde esteve ouvindo as pessoas que se sentem agradecidas pelo trabalho que foi feito naquele ramal. Mas expôs situação de morador que precisa de máquina para concertar ponte e dar acesso pois mora no final do ramal. Citou a questão das pontes, que estão muito ruins e perigosas, a exemplo a ponte depois do sr. Paulo, a ponte do Erasmo que também está muito feia, no que disseram que arrumaram mas não vê como se tivesse sido feito algo. Destaco ainda que no ramal da Amélia e o ramal do Bom Jardim estão muito críticos. Contou que moradores já fizeram todo o desmate para receber energia, mas precisa de um trator de esteira para empurrar os troncos, mas acredita que será difícil porque Prefeitura não tem trator. Mudando de assunto, reclamou da saúde do Estado, relatando fato acontecido na semana passada, aonde mulher da zona rural foi contatada que precisava ir para Rio Branco, fazer cirurgia, então procurou o Prefeito para solicitar ajuda e prefeito resolveu, mandou carro ir deixar essa senhora. Mas quando a mulher chegou lá era apenas marcar a cirurgia, nisto ficou revoltada porque as pessoas não sabem nem dar uma informação, nisto demonstrou sua indignação com a Saúde do Estado, dizendo que é uma falta de respeito com o cidadão. Finalizou contando que procurou o Marquinho da Seaprof para perguntar sobre o trator e caminhão e porque eles estão cobrando para fazer a hora. No que ele respondeu que o trator está em termo de cessão de uso, nisto a vereadora solicitou cópia do termo de cessão de uso e até o momento ele não lhe deu. Com relação ao caminhão foi informada que também foi feito termo de cessão de uso para a AMOPREAB, fato que também pediu cópia do termo de cessão e não lhe foi dado, no que Marquinho alegou ainda não estar pronto o termo. Nisto a Vereadora destacou que tendo esse documento em mãos, poderá dar melhores esclarecimentos aos cidadãos.

4 MANOEL MATIAS DE SALES (PSD)
Sobre a saúde, relatou de um paciente que marcou consulta para na fundação, para ser atendido na semana passada, no entanto não havia um acompanhante para ele na VAN, inclusive no dia dele ir a VAN iria fazer manutenção em Rio Branco, então ele perdeu a consulta porque não havia possibilidade de ficar sozinho. Nisto destacou que conversou com Prefeito e ele se comprometeu em colocar alguém para ajudar pacientes nas consultas.  Acrescentou que na Secretaria de Saúde tem muitos funcionários, então seria possível destacar alguém para esse papel. Também reclamou da saúde do Estado, citando exemplo de paciente que teve consulta em Rio Branco cancelada, quando já estava no meio da viagem e teve que voltar para casa. Sendo que depois foi marcado de novo e cancelado. Acha isso um absurdo, uma falta de respeito com o cidadão.  Finalizou indicando que os Vereadores têm que se reunir para ir fiscalizar essa situação.


VÍDEOS INTERESSANTES

Câmara Municipal De Assis Brasil - Acre
Rua Raimundo Chaar, 372, Centro - CEP. 69935.000