Menu

Vereadores de Assis Brasil

Publicidade

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

35ª SESSÃO EM ASSIS BRASIL. VEREADORES COBRAM PAUTAS NA TRIBUNA!



1 WENDELL GONÇALVES (PR)
Falou das alagações que aconteceram no final de semana por conta das fortes chuvas, com isso houve muitas críticas ao poder público. Nisto reforçou o pedido da Vereadora Ivelina, para que seja feito um trabalho emergencial de limpeza e desobstrução dos bueiros da cidade, no que citou como exemplo alguns locais de maior destaque, bem como relatou áreas aonde a culpa é do poder público e outras que é do próprio cidadão. Lembrou que a ladeira da Cascata está quase para fechar, pois tem um bueiro que passa por baixo e está estourando, com isso já solicitou de imediato que a Secretaria de Obras possa estar realizando um trabalho no local. Citou ainda que a via verde está um descaso total, entre outras ruas que já não estão suportando tanto lixo. Dentre outras coisas, parabenizou o Vereador Piel pelo trabalho e preocupação com a praça Marco Rondon e escola Simon. Sobre a Saúde, deixou apelo ao Secretário da pasta, com relação aos atendimentos odontológicos pois existem três postos de saúde que eram para estar funcionando o atendimento do dentista, no entanto apenas um está oferecendo atendimento, aonde se aglomeram os três dentistas mas atendem apenas oito fichas no período da manhã, fato este inadmissível, uma vez que se está tendo gasto com três profissionais mais auxiliares e não apenas um. Nisto criticou que são gastos desnecessários, já que os três dentistas atendem somente a demanda que seria de um profissional, quando deveria triplicar esse quantitativo.
2 MANOEL MATIAS (PSD)
Falou sobre o Igarapé Cascata, aonde deve ter uma maior consciência, também sobre obras no município que devem ser melhor fiscalizadas pelos vereadores, uma vez que já teve muita obra eleitoreira na cidade e isso é algo que prejudica a população. Não se pode aceitar que as empresas que executar serviços no município, venham apenas pelo dinheiro, elas têm que desenvolver um trabalho de qualidade e cabe ao Legislativo fazer essa fiscalização. Sobre a Praça Marco Rondon, afirmou para o Vereador Wendell que ele próprio já limpou o local algumas vezes, porque tem vergonha a situação em que muitas vezes se encontra. No que destacou que cobra do secretário na tribuna, mas na maioria das vezes já tem procurado o Prefeito para repassar a situação. Sobre os bueiros destacou que deve ser tomada uma iniciativa para limpeza, pois se vier outra chuva forte e demorada, não irá suportar.
3 IVELINA ARAÚJO (PT)
Fez indicação sobre desobstrução de bueiros e lembrou que solicitou na tribuna que também fosse resolvida a questão das pontes, bem como que viesse uma pessoa da Prefeitura para assistir as sessões e levar demandas para o Prefeito. Falou sobre a alagação causada pela chuva forte no final de semana. Mudando de assunto, disse que não tem propriedade para falar sobre o julgamento que aconteceu na semana passada que culminou na liberação de duas pessoas aonde uma delas era acusada de ser o mandante da chacina, que chocou a cidade e a região, aonde envolveu polícia militar, civil e coe. Nisto o julgamento aconteceu em tempo record, no entanto foram absolvidos, saíram impunes. Destacando que os profissionais e polícia envolvida tentaram de todas as formas conseguir as provas e então no julgamento foi absorvido em júri popular, fato que acredita que deve ser feita uma reversão nesses julgamentos, pois a população não está preparada para o júri, uma vez que muitas pessoas absolveram por medo de que aconteçam alguma coisa com eles ou familiares. Com isso acha que não está havendo a justiça como deveria ser feito, porque um caso desses não deveria ser julgado por júri popular. Nisto pediu para fazer comissão e ir até o juiz para procurar saber como está essa situação, uma vez que o juiz depois do julgamento disse que Assis Brasil agora sim iria ver o que é guerra de facção. Outro tema foi sobre, votação do projeto da educação aonde o Sindicato havia sentado com a Prefeitura, feito acordo e de última hora prefeito fez reunião com vereadores para aprovar mudanças feitas na lei, no que ela não concordava com a forma como aconteceu repentinamente a votação. Nisto explicou que Professores deveriam estar recebendo 83% referente a letra A, e hoje estão recebendo apenas 72% do que deveriam estar recebendo, havendo perda na categoria dos provisórios. Sendo que havia determinação do Promotor que os professores teriam direito a reajuste de 40%, mas os mesmos negociaram com a Prefeitura e aceitaram diminuir para 25% e com essa negociação os provisórios ainda receberiam um salário melhor no valor de R$ 1.909,00. Mas de última hora foi feita a votação na casa, aonde foi reduzido de 25% para 15% e com isso os provisórios foram convencidos a comemorar um reajuste de 3% sendo que tinham direito de 8% a mais. Finalizou informando que a Prefeitura agora é responsável para montar comissão para chegar a um termo decisivo até o dia 03.12.2018, sob pena de ser executado o que consta no documento que veio do Promotor.
4 PAULO SALES (PP)
Abordou sobre a arrecadação anunciada do IPTU, destacando que se preocupa porque não tem motivo para o povo pagar o IPTU, sabe que é errado o vereador dizer isso, mas a população não tem ruas, nem bueiros, iluminação ou qualquer benefício que venha como retorno do pagamento dos impostos, então acha errado cobrar o IPTU. Contou que vê as ruas do Bela Vista cheias de lixo jogado, principalmente na Francisco Gomes de Moraes, aonde acumula água e no momento que se vive hoje, há um grande risco de proliferação do mosquito e epidemia de dengue, uma vez que a Prefeitura não está fazendo a parte dela na coleta do lixo, por isso o povo reclama. Dentre outras coisas, contou que moradores pediram autorização da prefeitura para pegar bueiros pertencente ao poder público para eles próprios instalarem. Nisto o vereador foi procurar o Prefeito que não estava então falou com o vice prefeito para levar tal demanda, mas percebeu que o Vice não tomou atitude de nada. Nisto concluiu que Assis Brasil está sem dono, pois se vai no gabinete do Prefeito ele não está, vai na Secretaria de Obras, Secretário não está, entre outras coisas. Destacou que se Assis brasil encerrar a gestão sem que nada aconteça, ele não será mais candidato, porque se elegeu para trabalhar pelo povo e não apenas pelo salário. Mudando de assunto, elogiou o vereador Lázaro que defendeu todos os Vereadores durante conversa na zona rural, demonstrando que em todas as sessões os vereadores cobram, mas o cacique do executivo não faz. Finalizou dizendo que coisas que são prioridade, mas não são feitas.
5 ANTONIA ALVES PEREIRA (PCdoB)
Sobre as carretas que chegaram para fazer atendimento médico, soube que são 1500 mamografias, 1000 atendimentos odontológicos e 300 endoscopias, o que somando todos tem o total de 2.800 pessoas para serem atendidas, nisto questionou que será apenas 10 dias na cidade então não dará tempo, inclusive o valor que será pago pelo serviço é de aproximadamente seiscentos mil reais, sendo que não chegou nenhum projeto na casa, para a liberação deste recurso que pagará os profissionais que atenderão nesta carreta. Disse que fazendo as matemáticas, essas carretas têm que atender no mínimo 280 pessoas por dia, e não acontecerá pois não há como, a menos que haja no mínimo 30 profissionais, principalmente com relação aos atendimentos odontológicos. Relatou ser uma preocupação muito grande porque quando o seu pai que é hipertenso chega no posto de saúde, não tem um captopril, nenhum remédio da atenção básica para toma ou sequer insulina para os diabéticos então questionou e quer saber porque está sendo disponibilizado quase seiscentos mil reais para esse atendimento se nos postos não tem medicamentos, acha que deveriam ter feito aquisição de medicamentos com o dinheiro pois seria mais viável. Dentre outras coisas, também mencionou o posto do Bela Vista que está com três médicos dentistas atendendo e estes deveriam atender cerca de 42 pessoas, no entanto está atendendo apenas 14, disse que isso é uma vergonha.
6 GILDA ALMEIDA (PR)
Concordou com a preocupação da Vereadora Antônia, acerca da carreta de atendimentos, enfatizando que realmente os vereadores têm que fiscalizar como vai ser o andamento dessas consultas, mas o que a deixou mais preocupada foi que havia sido informada pelo Prefeito que Secretário de Obras estaria fazendo um tapa buraco na ladeira e já tem oito dias mas nada foi feito, no que disse saber das dificuldades existentes, principalmente por conta do período chuvoso, no entanto não justifica. Fato é preocupante porque a qualquer hora pode acontecer um acidente naquela descida da ladeira, uma vez que os carros que descem querem desviar o buraco de qualquer forma. Nisto fez pedido para que o Secretário agilize e faça esse trabalho, pois não é algo difícil, só precisa interesse e respeito pela população. Dentre outras coisas falou sobre limpeza do cemitério, limpeza do igarapé que está morrendo aos poucos por falta de cuidados. Citou que na época do Prefeito Betinho ele próprio esteve a frente dos trabalhos e participou da limpeza do igarapé, aonde o mesmo entrou e ajudou a retirar os entulhos. Alfinetou que Secretaria de Obras poderia estar evitando um pouco dos falatórios na cidade se fizesse o seu papel direitinho. Gilda disse que todos são reféns das problemáticas, assim como a população em geral, que olha para todos os lados e só vê promessas, mas nada acontece. Infelizmente se está vivendo um período muito difícil, mas tem esperanças que melhore se o novo governador olhar com bons olhos para Assis Brasil, está orando a Deus que ajude. Finalizou dizendo que cada secretário tem que cuidar bem da sua pasta e fazer jus ao salário que ganha.
7 ANTONIO CAMELO DE CASTRO (PP)
Contou sobre as lamentações pela cidade, enfatizando que é triste quando se vê comercio alagado, casas de pessoas humildes alagando e perdendo coisas. Nisto explicou que alagações acontecem em cidades que tem os melhores esgotos, então parece que é uma mudança no clima, pois não se via coisas assim. Exemplificou que no Miranda e Tana alagou pela primeira vez, dentro de seus comércios, mesmo não havendo obstrução no bueiro de lá. Então mesmo que haja um trabalho, não vai adiantar muito porque precisa de dinheiro para fazer e Prefeitura não tem. Com respeito a saúde, destacou que em conversa com o Conselho da Saúde, os atendimentos das carretas eram para começar ontem, mas a licitação não teve liberação do conselho, então isso foi o que emperrou, no que está previsto para iniciar no dia 03 de Dezembro. Já com relação ao recurso, disse que é um dinheiro que só vem para fazer esse atendimento, não poderia ser usado com outras coisas, senão voltaria. E o valor é de cerca de 400 mil e não seiscentos mil como foi dito. Sobre a educação, gostaria muito que os professores recebessem um salário digno, mas não tem de onde tirar dinheiro para pagar. Dentre outras coisas, contou que o Prefeito disse que o pagamento e 13º dos servidores da prefeitura já está em conta. Finalizou relatando caso de cidadão que foi detido na Polícia Federal porque estava com dois cartuchos no bolso e este vem sofrendo penalidades, nisto alfinetou que os possíveis responsáveis pela chacina estão sendo liberados, absolvidos.
8 ANA CLÁUDIA GONÇALVES (PSD)
Falou sobre a falta de água no município e não sabe o que está acontecendo, moradores passam cerca de 1 semana sem água e tem lugares que quando cai água, cai fraca e não enche nada. Relatou problema das chuvas fortes nos últimos dias, que alagou casas, piorou algumas ruas, exemplificou a rua da Iriscélia, que arrancou tijolos, barro e bueiro já está perigoso. Disse que nos bueiros vê bastante lixo, madeira, sacolas, etc. população reclama, mas são os culpados porque joga lixo em qualquer canto. Inclusive o pessoal dos restaurantes jogam lixo com restos de comida ao lado do lixeiro e não tem consciência que o lixo traz urubus, ratos entre outros bichos, sendo ainda que os cachorros rasgam as sacolas e fica a coisa mais horrível do mundo. Falou também sobre as pontes, que o povo está com medo de atravessar. No que toda semana vereadores cobram as pontes, os ramais e tudo mais que está ruim na cidade, mas nada é feito. Criticou que Prefeito havia dito que faria um tapa buracos na cidade mas não iniciou. Secretário de Obras, nem sabe mais se existe, porque não o vê fazendo nada. Máquina patrol está a mais de um mês quebrada e ninguém sabe aonde está. Por sorte a iluminação pública já teve início. Sobre a caçamba, contou que colono foi pedir ajuda mas secretário disse que não podia porque os vereadores denunciaram quando a caçamba faz serviços a parte, no que retrucou que na verdade foi denunciado o trabalho ilegal que era puxar areia para empresário no final de semana. Não se falou que a caçamba não podia atender o produtor rural, isso foi uma grande mentira do secretário que não tem respaldo para se defender do que faz e coloca a culpa no vereador. Finalizou discorrendo acerca do projeto da educação, que chegou em Junho e foi votado mês passado, então não foi uma votação de última hora como Ivelina disse. Acrescentou que tentou ajudar todos quando votou no projeto. Reclamou que Ivelina se ausentou da reunião aonde foi conversado para fazer a votação, então se ela tivesse ficado teria tido voz ativa na reunião, o fato é que ninguém quis dar rasteira, ela apenas não soube que iria para votação porque se ausentou da reunião.


VÍDEOS INTERESSANTES

Câmara Municipal De Assis Brasil - Acre
Rua Raimundo Chaar, 372, Centro - CEP. 69935.000