Menu

Vereadores de Assis Brasil

Publicidade

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

37ª SESSÃO DO LEGISLATIVO DE ASSIS BRASIL. MUITAS PAUTAS E VOTAÇÕES DE PROJETOS





1 WENDELL GONÇALVES (PR)
Agradeceu a amizade de todos e parabenizou pelo trabalho desenvolvido, bem como desejou um ótimo final de ano e boas festas a todos. Depois relembrou e disse que quando falou que o posto Antônio Alves estava tendo 3 dentistas e apenas oito atendimentos diários, uma pessoa que trabalha no posto fez comentários nas redes sociais, dizendo que só comenta essas coisas quem não tem conhecimento do que está acontecendo. No entanto o vereador destacou que falou com prioridade, pois sabe que tem 3 cadeiras e as vezes só funciona uma, no que não denegriu a imagem de nenhum profissional e sim a pouca quantidade de atendimentos. Disse que conhece a realidade do que está acontecendo, ressaltando que não é culpa dos profissionais, mas fez reclamação porque são 3 dentistas para apenas oito pacientes atendidos, ao invés de 25. Dentre outras coisas, denunciou que no sábado por volta da meia noite alguém estava com caminhão da SEAPROF e parou em um bar para comprar cervejas, sendo que colocaram todas dentro do referido veículo, nisto cidadãos testemunhas oculares do fato, reclamaram com o vereador sobre ocorrido. Na tribuna ele destacou que o ato é algo inadmissível e quando cobra medidas drásticas, muitos dizem que é perseguição, no entanto não é, mas sim uma cobrança para que as coisas públicas não sejam usadas para outros fins, porque nesse dia estava sendo usado para farra, para comprar bebidas. Relembrou requerimento aprovado na Casa para que ao final do expediente os carros públicos fossem guardados, mas não está sendo cumprido. Acrescentou que também os carros da saúde são vistos diariamente fazendo coisas que não são de sua alçada.
2 PAULO SALES DA SILVA (PP)
Agradeceu o trabalho feito na ponte do ramal em que reside, destacando que sempre falou que quando o Secretário fizesse trabalho bom para a população, iria subir à tribuna para agradecer, o que de fato fez, pois a ponte ficou muito boa. Contou que ele juntamente com a vereadora Cláudia se disponibilizaram para ajudar, mas não foram solicitados, nisto acha que o Secretário pensa que eles querem ganhar nome, mas não precisam disso, queriam ajudar porque é morador do ramal e se preocupa. Aproveitou para fazer pedido para outra ponte do igarapé grande, que necessita urgentemente de um trabalho emergencial, uma vez que a caçamba carregando tijolos acabou com a ponte. Quando o povo se reúne com os vereadores, tudo se resolve melhor. Leu convite feito pela colônia de pescadores, comunicando que foi inaugurado o INSS digital e outras coisas. Dentre outras coisas, fez cobrança em relação as obras que estão com prazo vencido, citou obra detrás da Prefeitura que já venceu o prazo também e destacou que não quer para esta legislatura a lembrança de obras inacabadas e ou obras mal feitas. Citou que está sendo cobrado pelos idosos em relação ao centro do idoso. Disse que para o próximo ano estará convocando todos os vereadores para irem vistoriar as obras. Desejou um fim de ano feliz e um recesso tranquilo, mas que sempre estejam atendendo a população.
3 MANOEL MATIAS DE SALES (PSD)
Falou sobre projeto da educação, destacando que tem alguns dados, apresentou para todos a tabela de salários dos professores em relação aos níveis.  Destacando que são 39 professores de nível superior e 41 de nível médio, sendo que eles trabalham o ano inteiro, sofrendo e principalmente os da zona rural sem ter condições adequadas e quando pede reajuste salarial, tudo é trancado. Nisto referiu-se a saúde, destacando que o Secretário está tirando 30 mil reais só de diárias. Então muitas vezes falam do professor, mas não é o professor que vai falir a administração, mas sim esses festivais de diárias. Ressaltou que o Secretário de Saúde deve explicação para a sociedade e que encaminhou diversos documentos pedindo informações sobre os gastos da secretaria, datados de 22 de outubro 2018, 19 de outubro 2017, 07 de maio 2018, 2017, todos requerendo informações e nenhum teve resposta. Com isso disse que os vereadores se sentem desrespeitados na ausência de respostas.  Dentre outras coisas, falou sobre o trabalho das carretas, destacando que quando elas saírem, o médico vai passar receita de medicamento e não vai ter na farmácia, então não vai ter adiantado ter gasto tanto com as carretas se depois não vai ter o mínimo. Finalizou discorrendo sobre o portal da transparência, destacando que os requerimentos são para pedir a justificativa das diárias e não por conta da diária em si porque precisam sim e tem direito. São diárias que não se justificam, acrescentou que o Secretário o autorizou a falar o que quisesse na tribuna, mas só vai falar o que sabe.
4 ANA CLÁUDIA GONÇALVES (PSD)
Falou sobre os trabalhos legislativos, destacando que houve muitas lutas, discussões, cobranças, reivindicações e cobrou que houvesse medicamentos nos postos, citando que o atendimento dos dentistas não é culpa deles, e em nenhum momento o colega vereador criticou o dentista, mas sim a falta de medicamentos e estrutura para trabalharem. Destacou que cobrou sobre as pontes, citou ponte do Caxias aonde os moradores reclamavam, nisto falou pessoalmente com o Vice Prefeito, que iria ajudar então era para eles chamarem, mas não chamaram, então ficou chateada porque não foi convidada, mas ao mesmo tempo feliz porque o trabalho foi feito. Também relembrou buraco em frente ao Deli, que passaram o ano inteiro cobrando e foi feito em dois dias, então disse que não precisava ter chegado ao extremo, era apenas questão de força de vontade, quando se quer fazer, faz com o que tem. Mencionou situação dos professores da zona rural que tem que ser professor que é zelador, merendeiro, etc. nisto disse que quando votou o projeto, foi pensando em beneficiar as duas classes e poder ajudar os provisórios que ganham pouco. Contou que foi resolvida a situação de uma ponte mas já tem mais outras que estão em péssimas condições e não estão feitas. Dentre outras coisas, relatou que mais uma vez estava vivendo em tranquilidade no bairro Bela Vista, mas recentemente voltou a acontecer tiroteio, então ninguém mais quer andar no Bela Vista, 5 horas da tarde os comerciantes já estão fechando as portas com medo. Nisto enfatizou que a Polícia deveria fazer mais rondas, assim como faz blitz, pois passam horas em blitz, mas não faz horas de ronda. Retrucou que não é contra as blitzen, mas que se faça rondas também. Finalizou explanando que lançou uma chapa para concorrer à presidência da Casa e citou uma frase reflexiva.
5 IVELINA ARAÚJO (PT)
Pronunciou-se sobre a rua João José do Bonfim, esclareceu o motivo da sua falta na sessão passada pelo fato do fechamento da carga horária escolar. Contou que conversou com o Secretário de obras para consertar buracos na cidade, aonde o mesmo destacou que a prioridade era a rua do Erenato e ladeira da escola Iriscélia. Contou que viu pessoas trabalhando em córregos, resultado de indicações do Legislativo municipal. Questão da iluminação também já está sendo resolvida, apesar de estar sendo devagar, mas está acontecendo, conforme foi informado pelo Prefeito. Ressaltou a importância de iluminar prioritariamente o bairro Bela Vista, pelas situações que estão acontecendo. Reclamou do prefeito porque o mesmo se comprometeu em mandar uma pessoa para fazer as anotações das reclamações e repassar em mãos para ele e até o momento ninguém compareceu. Sobre o Centro do Idoso, disse que foi chamada a atenção por idoso que reclamou a respeito do atendimento deles, da questão do prédio, falta de remédios no posto, lanche servido para eles, falta de viagens, entre outras coisas. Nisto destacou que realmente precisa saber como funciona o programa para os idosos e que estará repassando para o Prefeito. Mudou de assunto, relembrando de requerimento feito à saúde pedindo relação de medicamentos básicos, no que destacou já estar com a relação em mãos. Sobre as carretas, pessoas estão empolgadas pelo atendimento, é um bom programa e está atendendo muita demanda, no entanto relatou que viu a indignação dos funcionários dos postos com o grande investimento nas carretas enquanto que eles, nos postos não tem sabão para limpar, nem luvas, falta tudo quanto é de material. Sendo assim, comparou e falou ter certeza que com o que está sendo pago para 1 atendimento na carreta, daria para fazer 10 atendimentos nos postos. Finalizou enfatizando que o cemitério precisa ser mudado, deve-se fechar aquele e abrir um novo local, uma vez que a Prefeitura tem terra suficiente para isso.Também pediu que seja revisto uma área para o lixão.
6 ANTONIA ALVES (PCdoB)
Parabenizou comunidade do ramal Sol a Sol e do 13 pela conquista do Luz para Todos que a instalação está sendo terminada. Mencionou que o Prefeito disponibilizou máquina para auxiliar no carregamento de postes para moradores de difícil acesso. Fez relatos sobre a saúde, reclamação de cidadão que foi ser atendido no dentista da carreta e tinha 4 dentes para serem obturados, mas teve que optar se fazia limpeza ou obturava apenas um porque só podia fazer um procedimento, sendo que depois não poderia voltar para fazer os demais, nisto reclamou da forma como está sendo posta os atendimentos das carretas. Denunciou que não estão mais agendando ultrassonografia desde quinta-feira, exemplificou que seu pai tem 75 anos e disseram que não vai poder ser atendido aqui na carreta, então ele terá que ir para Rio Branco. Também contou sobre senhor que tinha que extrair um dente, e o profissional da carreta disse que ele deveria ir para o Posto de saúde porque se fosse fazer o procedimento demoraria cerca de 3 horas e iria atrapalhar o andamento dos atendimentos. Por todos os fatos citados a vereadora disse que não acha certo porque essa carreta está para atender as pessoas independente do tempo que devem permanecer. Dentre outras coisas falou sobre secretário de obras que não obedece o Prefeito, no que se refere a máquina que precisava ser levada para fazer serviço em ramal e sobre o projeto da educação, relembrou que votou a favor da outra vez, porque sempre está pensando no bem de todos os profissionais.
7 GILDA ALMEIDA (PR)
Como sempre o problema da cidade são os buracos, relatou que na última chuva alagou o trecho da casa da Silvania e esposa do senhor Eudes, citando que antes havia sido feito reunião com o Prefeito e ele disse que o Secretário iria tapar os buracos da ladeira, e ao invés de tapar ele fez um buraco muito maior, sendo que nos anos anteriores quando entupia a bueira era desentupido com um cano grande, mas esse ano o secretário quebrou todo o bueiro e não concertou, nisto já está  a quase um mês, então está preocupada que algum acidente aconteça. Criticou que Secretário de Obras está com dois anos recebendo seu salário e nada fez, ele não tem discernimento de que não tem competência para o cargo e para fazer o trabalho. Acrescentou que se for por irresponsabilidade, o secretário de Saúde e o de Obras estão adotados por muita gente. Mas não é só o secretário de saúde que está errado e sem fazer nada, tem muitos outros que não estão cumprindo com seus papéis. Finalizou destacando que a esperança de Assis Brasil é quando o novo Governador assumir, que ele destine recursos para Assis Brasil e que o Prefeito ouça os Vereadores.
8 LÁZARO ARTUR (PCdoB)
Falou sobre o ramal do Icuriã, sobre o preço da passagem que aumenta de uma hora para outra, e quem sofre é a população indígena, mas entende que não é culpa dos toyoteiros e sim por conta das condições do ramal. Disse que gostaria de ver com os demais vereadores se há algum órgão responsável por mensurar o valor cobrado por cada km percorrido. Reclamou sobre os buracos que estão presentes em todas as ruas. Criticou que por Assis Brasil ser pequeno não deveria estar passando por essa situação. Reclamou que algumas pessoas disseram que ele foi comprado para votar em algumas matérias, no entanto destacou que é mentira, pois vota de acordo com a sua própria verdade. Por fim disse que fica triste porque suas indicações não foram atendidas, assim como as dos demais e reclamou sobre a falta de medicamentos para a população indígena, principalmente para ferradas de insetos.

 DURANTE A ORDEM DO DIA FORAM VOTADAS DIVERSAS MATÉRIAS, DENTRE ELAS A LOA (Aprovada com ressalvas) E LDO (Aprovado por unanimidade) 




VÍDEOS INTERESSANTES

Câmara Municipal De Assis Brasil - Acre
Rua Raimundo Chaar, 372, Centro - CEP. 69935.000