Menu

Vereadores de Assis Brasil

Publicidade

terça-feira, 7 de maio de 2019

11ª SESSÃO ORDINÁRIA DA CAMARA DE ASSIS BRASIL. VEJA OS DISCURSOS!


1 MANOEL MATIAS (PSD)
Relembrou que apresentou projeto de lei do PMDDE, no entanto foi averiguado na Casa que já havia a lei do mesmo. Falou sobre a sessão passada, na qual uma vereadora falou que ele somente se preocupava com a Secretaria de Saúde e esquecia das outras, fato que não é verdade, no que ele destacou que se preocupa também com as demais, inclusive a educação. Nisto retrucou que ela quis dizer que ele esquecia da agricultura, pois supostamente sabia de algo daquela secretaria e não ia atrás. Destacou que não aceita que ela insinue que havia algo errado na agricultura na época em que seu irmão era Secretário, pois o mesmo não fez nada. Dentre outras coisas, relatou em demonstração que Assistência Social, quando Hélen era secretaria, ela assumiu com muitos problemas, os quais citou na Tribuna, no entanto superou todos os problemas, colocando o município em um patamar de prestígio em relação aos programas sociais. Acrescentou que através de parcerias, conseguiu montar um laboratório de informática com a professora voluntária, Antonia Nascimento. Nisto enfatizou que seu modo de trabalhar foi um motivo de orgulho porque quem ganha sempre é a gestão. Em relação a Secretaria de Agricultura, disse que quanto Arquileudo era Secretário, ele fez o projeto de cultura do café, aonde hoje foram produtores até Acrelândia para treinamento, fez Feira do Peixe, Projeto do Mel, Projeto Catar, dentre outros, sempre buscando as devidas parcerias no intuito de desafogar a prefeitura. Sendo assim, foram pessoas que ajudaram muito o município. Disse  que antes de criticar, é sempre bom buscar as respostas dos problemas.  Sobre as indicações, a Praça Marco Rondon também está sendo esquecida. Fez tantas indicações em prol daquela praça, e pessoalmente conversou com o Prefeito pedindo para colocar uma pessoa para cuidar da limpeza da Praça, fato que conseguiu uma pessoa e foi questionado porque era o irmão da namorada de seu filho, então não sabe porque foi retiraram o rapaz. Sendo que o mesmo utilizava a roçadeira do Vereador, então o gasto da Prefeitura era apenas com o salário da pessoa. Dentre outras coisas, disse que não são apenas os indígenas que estão isolados, os brancos também estão e que a ausência do poder público está fazendo falta para todos, sendo isso uma vergonha porque o Brasil é um dos países que mais cobra tributo, mas não está sendo reinvestido. Mudando de assunto parabenizou a igreja católica pelo movimento que vem fazendo e se colocou à disposição para ajudar. O Vereador relatou que a sociedade está em um sono profundo, pois paga tanto imposto e muitas vezes nem merenda tem na escola.  Finalizou falando sobre o secretário de seu partido, destacando que não tem paixão por sigla partidária.

2 WENDELL GONÇALVES (PR)
Falou sobre suas indicações a respeito de recuperação de duas pontes no km 10, sendo uma próxima ao Betão e outra próxima a colônia da Rizoneide, bem como solicitou a construção de outras duas pontes. Destacou que o ônibus escolar do Estado não está adentrando no ramal para pegar os alunos por causa da ponte e que no ramal são 14 alunos, dentre esses 11 são meninas e isso é um algo que causa preocupação, pois é um perigo para essas adolescentes caminharem no ramal sozinhas. Acrescentou que se o Prefeito fizer as melhorias necessárias no ramal, será possível ligar o km 10 ao km 17. Sobre indicação de paliativo no ramal do Catianã, Foquim e Humaitá, precisa ser feito com urgência por conta do início do ano letivo que está se aproximando. Finalizou falando sobre postagem em rede social, aonde moradora mostrou buraco em frente a sua casa, nisto destacou que essa foi uma de suas primeiras indicações em 2017, e que o Prefeito perguntou a ela  aonde fica o buraco, nisto o Vereador questionou para onde vão as indicações que fazem porque em sua indicação estava muito bem descrito o local. Criticou que isso é vergonhoso, pois na época a Prefeitura só gastaria 300 reais para concertar, mas hoje se alastrou e irá gastar bem mais.
3  ANTONIA CAVALCANTE (PC do B)
Relatou sobre indicações feitas por ela, destacando que se a Prefeitura realizasse pelo menos 50% delas, já estaria bom. Disse que fez três indicações solicitando Itinerante da saúde nos ramais Icuriã, Humaitá e ramal do km 10, uma vez que há na Casa um Projeto de Lei que dispõe sobre convenio para realização de itinerantes. Nisto destacou que assim que o Projeto for aprovado deve-se acompanhar a sua execução, pois é de suma importância que os vereadores saibam o que será feito com os recursos. Acrescentou que fez requerimento para o Secretário de Saúde Estadual, solicitando que seja colocado para funcionar a sala de hemodiálise do Hospital Regional, Wilde Viana, tendo em vista que irá beneficiar os munícipes de Xapurí, Epitaciolândia, Brasileia e Assis Brasil. No que destacou que em Assis Brasil tem pessoas que realizam hemodiálise em Rio Branco e percebe o desgaste que é, ter que se deslocar até RB. Também relatou requerimento que fez para a Energisa, pedindo a implantação de postes de energia para o km 02 se estendendo até a AMOPREAB, para atender mais de 150 famílias, que estão vivendo uma complicada situação em relação a energia. Dentre outras coisas, contou que esteve visitando comunidade rural, e que aonde chega os moradores pedem pelo menos que seja feito o mínimo nos ramais, como por exemplo a melhoria e construção de novas pontes. Contou também que tem crianças da zona rural andando a pé para ir até a escola, porque o transporte não consegue passar por conta das más condições do ramal e falta de ponte. Nisto pediu ao Executivo que agilize a reforma e construção de novas pontes, uma vez que as crianças estão passando por grande dificuldade para chegar na BR e pegar o ônibus escolar. Finalizou discorrendo sobre os serviços de limpeza, realizados pelo senhor De Oliveira, ressaltando que está fazendo um trabalho de excelência, nisto o parabenizou pelo esforço e boa vontade.
4 CLÁUDIA GONÇALVES (PSD)
Contou sobre a visita da Senadora Mailsa, a Assis Brasil, aonde os presentes fizeram seus pedidos, sendo que um deles foi para que a hemodiálise seja realizada em Brasileia, por ser muito cansativa a viagem até Rio Branco, nisto a Senadora se comprometeu em ajudar e mandar recursos sempre que possível. Sobre o frigorífico, informou que essa semana não terá carne porque não estão podendo passar pela Força Nacional, uma vez que lhe exigem apresentação da nota fiscal, e não estão emitindo por conta que a empresa ainda está no nome do proprietário falecido, sendo que a família está aguardando o inventário para poder resolver as questões burocráticas. Dentre outras coisas, contou sobre visita no ramal Jacarecica; sobre as licitações que estão sendo feitas hoje para construção de três ruas e da praça do mirante. Informou ainda que passou na rua do Ginásio, e tinha máquina trabalhando e que também o Ginásio agora vai sair, pois estão fazendo a pintura, então é sinônimo de que vai ser entregue em breve. Dentre outras coisas, relatou ter visitado a garagem municipal, aonde viu tijolos que serão utilizados para arrumar as ruas, nisto espera que seja breve pois irá amenizar a situação. Finalizou destacando as pontes do Bela Vista, que todos os Vereadores estavam cobrando e já foram feitas.
5 LÁZARO ARTUR (PC do B)
Contou sobre viagem que fez a aldeia, em comemoração ao dia 19 de Abril, dia do índio, enfatizando que foi uma comemoração muito bonita, com muita caiçuma pois é cultura indígena. Depois falou sobre a dificuldade de trafegabilidade nos ramais, do preço das passagens que pagam para chegar as aldeias, dentre outras coisas. Disse que o povo indígenas questiona como poderia melhorar a questão da produção deles para não viverem apenas do dinheiro do bolsa família. No que reclamou que o povo da cidade diz que indígena não gosta de trabalhar, mas retrucou dizendo que eles produzem sim, mas não tem ramal bom para escoar a produção. Nisto fica revoltado quando ouve dizer que indígena não gosta de trabalhar. No demais, relatou sobre reunião que teve com o Secretário de educação, aonde estiveram presente os professores das aldeias, colocando as dificuldades que vivenciam diariamente. Acrescentou que a grande preocupação das aldeias é a ministração de aulas do ensino médio, pois alunos já estão com dois anos parados. Dentre outras coisas, reclamou que Prefeito nunca visitou as comunidades indígenas, para conversar e ver quais são as dificuldades e anseios deles. No que relembrou que quem mais valorizou os indígenas foi o ex prefeito Manoelzinho. Finalizou dizendo que se o Prefeito atendesse às indicações dos Vereadores, Assis Brasil seria uma cidade muito bonita, mas é uma pena que as indicações não sejam valorizadas.



VÍDEOS INTERESSANTES

Câmara Municipal De Assis Brasil - Acre
Rua Raimundo Chaar, 372, Centro - CEP. 69935.000